jusbrasil.com.br
26 de Maio de 2022
    Adicione tópicos

    No RJ, salário de juízes podem chegar a R$ 150 mil

    O salário, mais os inúmeros penduricalhos agregados ao contracheque, pode levar um juiz, mesmo que ainda que em início de carreira, a receber salários que variam de R$ 40 mil a R$ 150 mil. Esta é a situação do Judiciário do RJ, mas que se repete em outros estados. A folha de subsídios do TJRJ mostra a remuneração de R$ 24.117,62 é figurativa. Alguns magistrados chegam a receber cerca de R$ 400 mil por ano em "vantagens eventuais".

    As informações estão na folha de pagamentos, que o próprio TJ divulgou em obediência à Resolução 102 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Um desembargador chegou a receber, em dezembro/2011, um salário de cerca de R$ 511 mil. Outro, no mesmo mês, teve depósitos de R$ 462 mil, além do salário. No total, 72 desembargadores receberam mais de R$ 100 mil.

    Em novembro de 2011, 107 dos 178 desembargadores receberam valores acima de R$ 50 mil. Em setembro/2011, 120 desembargadores receberam mais de R$ 40 mil e 23 foram contemplados com mais de R$ 50 mil. Dezenas receberam mais que R$ 80 mil.

    Auxílio tudo

    Os dados mostram que, além dos salários, os magistrados têm direito a inúmeros benefícios, como auxílio-creche, auxílio-saúde, auxílio-locomoção, ajuda de custo, ajuda de custo para transporte e mudança, auxílio-refeição, auxílio-alimentação, só para citar alguns. Também desfrutam de montanhas de vantagens eventuais, como gratificação hora-aula, adicional de insalubridade, adicional noturno, gratificação de substituto, terço constitucional de férias, gratificação de Justiça itinerante, correção abono variável, abono de permanência, parcela autônoma de equivalência, indenização de férias.

    Frente a este exemplo, não é de admirar que o Judiciário, como um todo, se rebele tanto contra mecanismos de transparência e que se propõem a dar mais transparência ao Poder. É preciso ficar claro para onde e para quem está sendo destinado o maior percentual do orçamento do Poder.

    Assessoria de Comunicação

    Informações relacionadas

    Carlos Henrique Rodrigues Nascimento, Advogado
    Notíciashá 5 anos

    Veja os salários da Magistratura: quanto ganha um Juiz, Promotor e Desembargador

    Petição - Ação Valor da Execução / Cálculo / Atualização contra Banco do Brasil

    Flávia Teixeira Ortega, Advogado
    Modeloshá 6 anos

    Modelo de petição inicial conforme o Novo CPC

    13 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

    Juízes com supersalários e uma justiça injusta, porque lenta. Super lenta. Nos concursos, exigem que as respostas não sejam exatamente as corretas, mas sim, as que o examinador quer ler. Beira o absurdo. Isso é imoral. Fere o princípio da moralidade pública que deve existir nos concursos. Também não há gabarito, resposta padrão. Então o sistema aprova poucos e para poucos, supersalários... Não seria muita coincidência? A quem interessa um judiciário rápido? Evidentemente que não às classes dominantes. Enquanto isso, os serventuários são sacrificados com baixíssimos salários. E ainda prestam uma ajuda aos juízes, no seu mister. Enquanto a sociedade não exigir uma passada a limpo desse judiciário brasileiro, esse quadro escabroso vai continuar acontecendo. Finalmente, os advogados tem sua clientela esvaziada, se me entendem. continuar lendo

    É lamentável que neste país onde a distribuição de renda é a pior do mundo haja tanto benefícios para os magistrados que têm férias duas vezes por ano e enquanto o trabalhador ganha um salário mínimo que não chega a R$ 1000,00 reais. O juiz tem auxilio mudança. Quer dizer que ele se muda todo o meês. gente isso e´salário cascata ou melhor, corrupção. continuar lendo

    O problema não está no Juiz ganhar bem. Afinal, é um dos concursos mais difíceis do país (se não for o mais) além da grande responsabilidade e complexidade do mister. O problema está no abismo de desigualdade social do país, corroborado pelo nosso salário mínimo médio de 1,1 mil reais/mês. Nossa moeda não tem poder de compra. É corroída dia após dia. Isso significa que quem ganha muito dinheiro consegue ter uma vida confortável e acesso a praticamente tudo o que quiser, mas quem ganha pouco praticamente passa fome. Se for o mínimo, passa fome com certeza. É algo que fere de morte os direitos humanos e nada é feito, nunca houve e não há vontade política para resolver. "Só tapa buracos para gerar dependências e votos". continuar lendo

    Certas informações ofertadas à certas pessoas virariam guerra civil declara no Brasil. continuar lendo

    Tem que virar mesmo estão fazendo o povo de bobo. continuar lendo